Repositório Institucional Cruzeiro do Sul Documentos e Publicações Institucionais
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/5430
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorBallarotti, Bruna-
dc.creatorBallester, Denise-
dc.creatorDias, Eduardo Dati-
dc.creatorEmim, José Artur da Silva-
dc.creatorGrinbaum, Renato Satovschi-
dc.creatorCastro, Rosiani de Cássia B. Ribeiro de-
dc.creatorGannam, Silmar de Souza Abu-
dc.date.accessioned2023-10-25T14:42:29Z-
dc.date.available2023-10-25-
dc.date.available2023-10-25T14:42:29Z-
dc.date.issued2023-10-11-
dc.identifier.urihttps://repositorio.cruzeirodosul.edu.br/jspui/handle/123456789/5430-
dc.description.abstractFaced with the challenge of training a doctor capable of meeting all the current demands to guarantee the health of their patients, assume their social position and always keep up to date, the Medicine Course has opted for an integrated curricular model and the use of different active teaching-learning methodologies. In the transversal modular curricular components, PBL (Problem Based Learning) will be used. In PBL, problems are the didactic device that provides the guiding line for curricular content, the motivation for study and the moment for integrating curricular components. In the tutorial sessions of the transversal modular curricular components, students will experience the methodology in greater depth. The tutorial groups will consist of 10 to 12 students and a teacher-tutor; they will take place twice a week. The transversal modular contents from the 1st to the 8th semester will be complemented by dialogued and practical classes in morphology and functional practice laboratories. Linking theory and practice, laboratory practices will be distributed over the first four years, complementing the themes and content of the transversal modules, including Morphofunctional practices (Human Anatomy, Histology, Embryology, Biochemistry, Pharmacology, Physiology, General Pathology and Anatomopathology, Clinical Analysis, Hematology, Immunology, Parasitology, Microbiology).pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherCruzeiro do Sul Educacionalpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMedicinapt_BR
dc.subjectCaderno do estudantept_BR
dc.subjectComponente curricular transversalpt_BR
dc.subjectMetodologia de ensinopt_BR
dc.titleCaderno do estudante: componente curricular transversal 2° semestrept_BR
dc.typeOutropt_BR
dc.description.resumoDiante do desafio de formar um médico capaz de atender todas as demandas atuais para garantir a saúde de seus pacientes, assumir sua posição social e se manter sempre atualizado, o Curso de Medicina optou pelo modelo curricular integrado e utilização de diferentes metodologias ativas de ensino-aprendizagem. Nos componentes curriculares modulares transversais, será utilizado o PBL (Problem Based Learning), em português ABP (Aprendizagem Baseada em Problemas). No PBL, os problemas constituem o artifício didático que fornece a linha condutora dos conteúdos curriculares, a motivação para os estudos e o momento da integração dos componentes curriculares. Nas sessões tutoriais dos componentes curriculares modulares transversais, os discentes vivenciarão mais profundamente a metodologia. Os grupos tutoriais serão constituídos por 10 a 12 discentes e um professor-tutor; ocorrerão duas vezes por semana. Os conteúdos modulares transversais do 1º ao 8º semestre serão complementados por aulas dialogadas e práticas em laboratórios de morfologia e práticas funcionais. Relacionando a teoria e a prática, as práticas em laboratórios serão distribuídas no decorrer dos quatro primeiros anos, complementando os temas e conteúdo dos módulos transversais, contemplando práticas Morfofuncionais (Anatomia Humana, Histologia, Embriologia, Bioquímica, Farmacologia, Fisiologia, Patologia Geral e Anatomopatologia, Análises Clínicas, Hematologia, Imunologia, Parasitologia, Microbiologia). O PBL é um processo de aprendizagem centrado no estudante que requer estudantes ativamente envolvidos em grupo de trabalho colaborativo, exigindo que aqueles assumam responsabilidades significativas para a sua própria aprendizagem. O PBL ajuda o estudante a desenvolver práticas reflexivas e o pensamento crítico. Os professores são facilitadores e apoiam este processo, muitas vezes aprimorando seus conhecimentos com as próprias descobertas dos alunos e dos grupos de trabalho colaborativo. Diversos estudos mostram que o PBL apresenta efeitos positivos nas competências médicas, particularmente nos domínios sociais e cognitivos, notados especialmente nas questões culturais e éticas. Os estudantes graduados com metodologia PBL possuem conhecimentos similares, mas performances clínicas melhores e demonstram habilidades para trabalhar com maior eficiência quando comparados a estudantes de escolas com metodologias tradicionais.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsCruzeiro do Sulpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINApt_BR
Aparece nas coleções:Documentos e Publicações Institucionais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Caderno Estudante_ componente curricular modular transversal_Segundo Período (1).docx812.9 kBMicrosoft Word XMLVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.